Performance Frutuária

 

“Ninguém ensina a água. É como as mulheres: elas simplesmente sabem das coisas.

É por isso que é preciso temer ambas as criaturas: a mulher e a água”. MIA COUTO

Essa dança trás de maneira intensa em seus significados a relação entre a mulher e sua água. A lágrima enquanto chuva, que frutifica, e os rios enquanto fio do tempo. É revestida por essa condição feminina fértil, que esta quase todo o tempo em combate em razão das opressões externas sociais. A mulher que nasce nessa performance transporta a esperança nas pontas dos dedos e propõe a cura da sociedade machista e opressora em uma macia e silenciosa revolta que nos coloca em acerto com a intimidade dos outros seres.

 

Apresentada no Encontro Mulheres na Dança, organizado pela bailarina Eliane Capel, que aconteceu na Sala Crisantempo - SP em 2013.

fotos: Camila Fontenele de Miranda

 

 

Show More

VENTRE ATELÊ

CNPJ 30.559.854/0001-73 

 

  • Facebook Limpa
  • Instagram Limpa
  • Vimeo limpo
  • Flickr limpo
  • Pinterest limpo

©© Creative Commons

por Andrea Barbour  2014