Pilates do Sensível

 

Uma prática que não se esgota no corpo que a executa, mas que o transcende, transformando a vida e a alma do praticante. O trabalho é corporal à medida que a mente está entregue, num ato de concentração e prazer. Como bem colocou o Mestre Joseph Pilates, “a mente esculpe o corpo” e, nesse sentido, o corpo no Pilates é obra de arte que é lapidada a partir da combinação entre o movimento preciso e a fluidez das sensações.


Para realizar o Projeto, Maria, uma das pioneiras da técnica em São Paulo, convidou Andréa Barbour para dar vida a esta pesquisa. Nessa parceria, consolidada com o olhar do fotógrafo Rodrigo Rosa, buscou-se explorar e expor ao público novas formas de se apresentar o Pilates.

 

 

Clique na fotografia acima e adentre esse universo.